quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Santa Catarina: Polícia Militar Rodoviária começa a Operação Réveillon Seguro hoje



Olá!

A PMRv de Santa Catarina começa as 18h de hoje (30) a Operação Reveillón Seguro e esta se estende até as 8h de domingo (4). Já a Polícia Rodoviária Federal continua com a Operação Rodovida, fiscalizando de forma intensa os pontos de maior risco nas estradas federais até dia 14 do mês de fevereiro.

Na ação realizada no ano novo pela Polícia Militar Rodoviária, haverá envolvimento dos 24 postos existentes e distribuídos por todo Estado, nos quais os policiais se revezarão em escalas, contando com viaturas para o patrulhando numa faixa de cerca de 4.000 km em 89 rodovias de Santa Catarina.

O policiamento será intensificado nas estradas de todo o Estado buscando orientar os condutores, a fim de impedir que estes trafeguem em discordância com a legislação de trânsito vigente.

Na operação realizada ano passado (Operação Réveillon 2014), foram registrados 154 acidentes de trânsito. Nestes incidentes, houveram 60 com vítimas e 94 sem vítimas. Envolveram-se nos acidentes 278 veículos, 85 pessoas ficaram feridas e outras 4 foram fatais.

Os policiais da PMRv alertam os motoristas para que façam verificação das condições dos seus veículos,  atentando-se para todo motor, freio, sistemas elétricos, pneus e também para que regularizem as suas documentações, de modo a evitar situações que fiquem em  desacordo com a lei.
Seguindo um padrão semelhante, a Operação Rodovida, que foi iniciada no dia 18 de dezembro
e se estenderá até dia 14 de fevereiro, mantém fiscalização de forma intensa nos principais trechos de risco das estradas federais do Estado. Santa Catarina é detentora de 15 dos 100 trechos mais perigosos do país.

Entre as prioridades da operação, fiscaliza-se embriaguez ao volante, excesso de velocidade e ultrapassagens proibidas. Motos terão atenção especial dos policiais, uma vez que é um dos tipos de veículos que mais se envolvem em acidentes com gravidade.

Nesta quinta edição da operação, existirá uma integração com os municípios. "Os acidentes não ocorrem só nas rodovias federais, mas também nas estaduais e cidades. Estaremos trabalhando com as outras polícias e as guardas municipais", disse o chefe de comunicação da Polícia Rodoviária Federal do Estado de Santa Catarina.

O que não se sabe de fato é se as fiscalizações serão focadas realmente nas medidas de segurança para o condutor ou se visam apenas aumentar a arrecadação dos governos estaduais e federal.

Fernando

 

Nenhum comentário :

Postar um comentário