quinta-feira, 20 de junho de 2013

Ex-coordenador de trânsito de Itajaí é condenado a nove anos de prisão

Olá!

O ex-coordenador de trânsito e transporte de Itajaí, Camilo Santiago de Souza Neto, foi condenado a nove anos e dois meses de prisão em regime fechado por fraudar o sistema e consequentemente evitar a cobrança de multas de trânsito.

A servidora Rosilene Maia, que auxiliou na fraude, também foi condenada a três anos e quatro meses de prisão, em regime semiaberto, e teve a pena substituída pelo pagamento de três salários mínimos mais prestação de serviços comunitários.

Ambos foram condenados pelo crime de inserção de dados falsos em sistemas de informações, fraude praticada de forma contínua. A sentença ainda é passível de recurso e também condena os réus ao pagamento de multa. No caso de Camilo, foi estipulado o pagamento de 161 dias-multa, no valor de 1/3 do salário mínimo na época dos fatos. Já Rosilene foi condenada, ainda, ao pagamento de 16 dias multa, no valor de 1/8 do salário mínimo.

O Ministério Público de Santa Catarina (MPSC) apurou que em pelo menos oito ocasiões o então coordenador da Coordenadoria de Trânsito (CODETRAN) de Itajaí rasurou notificações de trânsito a fim de evitar a inclusão delas no sistema e, dessa forma, evitar a aplicação da multa. O MPSC já propôs recurso de apelação para reverter a decisão.

Fernando

Fonte: Ex-coordenador de trânsito de Itajaí é condenado a nove anos de prisão. G1 Santa Catarina. Disponível em http://g1.globo.com/sc/santa-catarina/noticia/2013/06/ex-coordenador-de-transito-de-itajai-e-condenado-nove-anos-de-prisao.html, acesso em 20 de junho de 2013, às 22h00

Atenção: imagens meramente ilustrativas.

Veja também:


Defenda-se de Multas de Trânsito-1280 MODELOS DE RECURSOS DE MULTAS












Nenhum comentário :

Postar um comentário