sábado, 2 de janeiro de 2016

Suspensão da CNH: 80 mil motoristas do Paraná perderam o direito de dirigir no ano de 2015. Segurança ou arrecadação aumentada?



Olá!
 
Cerca de 80 mil condutores do Estado do Paraná tiveram o direito de dirigir suspenso no ano de 2015.  Este número pode ser superado no ano de 2016, uma vez que a pontuação acumulada, em função das infrações de trânsito, não são zeradas de um ano para o outro.

Uma das principais infrações cometidas pelos motoristas é o abuso de velocidade; um dos condutores que não quis ser identificado, disse que reúne várias multas por excesso de velocidade e que já recebeu cerca de 17 pontos em sua carteira de habilitação. “Hoje eu olho bastante para o velocímetro do que para o pedal do acelerador. Dirijo sempre abaixo do limite de velocidade para não problema. Porque sem habilitação eu não consigo trabalhar”, disse o condutor.

Para aquele motorista que acredita que a pontuação é zerada com a virada do ano, má notícia: os pontos têm validade por 12 meses (contando a partir da em que a infração foi cometida pelo motorista).

Para exemplificar, imagine que um motorista foi multado duas vezes, uma infração foi cometida no mês de outubro (3 pontos) e outra no mês de novembro (4 pontos), aqueles pontos da primeira multa recebida só serão baixados no mês de outubro do ano de 2016. Depois dessa data, a carteira de habilitação do condutor que cometeu a infração continuará com os pontos da segunda multa recebida e estes serão zerados somente um mês depois (no mês de novembro do ano de 2016).

Para o condutor que atinge os 20 pontos (ou mais) na carteira, é instaurado um procedimento que pode ser finalizado com a suspensão da habilitação por um período que pode variar de um a doze meses dependendo das infrações que compõem essa pontuação.
 
O motorista será notificado e poderá apresentar recurso, mas caso a justificativa não seja aceita, este terá de entregar a sua Carteira Nacional de Habilitação ao DETRAN e será obrigado a fazer um curso de reciclagem para retomar sua carteira de habilitação. Até que o processo seja encerrado, nada de pegar o carro para dirigir, pois caso o motorista seja flagrado dirigindo com sua carteira de habilitação suspensa seu documento será cassado.

“São dois anos sem poder dirigir. Depois desse período o condutor terá que fazer o curso de reciclagem, e na sequência, uma reabilitação . Ou seja, terá que fazer todos os exames necessários para uma primeira habilitação. O motorista vai ter que começar do zero”, explica um instrutor.
Infelizmente, não podemos deixar de associar um processo de suspensão da CNH com a excessiva quantidade de multas aplicadas pelos órgãos fiscalizadores. A arrecadação aumenta e o cidadão paga a conta mais uma vez!


Tem mais dúvidas sobre o assunto? Precisa de um modelo de recurso de Suspensão de CNH? Acesse nosso site: www.suspensaodacnh.com.br

Fernando

Nenhum comentário :

Postar um comentário